22 de novembro de 2019

No dia 21 de novembro, aconteceu a premiação do Brasil Design Awards, com entrega dos principais destaques, reconhecimentos e participação de designers do Brasil inteiro. Ana Couto foi a presidente geral do júri, que contava com dezenas de profissionais que, durante meses, trabalhou para selecionar os melhores entre os melhores. Abaixo, segue o discurso que Ana preparou para celebrar a noite.

Hoje, estamos aqui para celebrar.
Celebrar que estamos juntos nesta festa.
Celebrar projetos vitoriosos.
Celebrar o esforço de empresas que fizeram do design um instrumento de valor.
Celebrar que o Design Brasileiro está tomando corpo, cara e coração.

Esse é o 9º ano do Brasil Design Awards.
Estamos aqui também para agradecer.
Primeiro agradecer à ABEDESIGN e ao Gustavo Greco pelo convite em estar aqui como presidente geral do Prêmio. Muito orgulho em poder contribuir.
Queria agradecer aos 10 presidentes de categoria, que doaram seu tempo e expertise para julgar tantos trabalhos: Alex Guazelli, Bruno Porto, Danilo Cid, Fabricio Dore, Gisela Schulzinger, Gringo Cardia, Guta Orofino, Leonardo Lattavo, Lilian Raco e Raphael Abreu. Agradecer também à Camila e à Larissa, que são insuperáveis nas suas competências em colocar isso tudo de pé.

Mas, nada disso seria possível sem o engajamento dos profissionais que inscreveram mais de 870 trabalhos, 246 empresas, profissionais autônomos e instituições, de mais de 15 estados do país. Tivemos um aumentos de inscrições de 40% em relação a 2018. Tivemos uma votação popular recorde, que contou com mais de 65 mil votos.

Estamos, nesta noite, celebrando 340 projetos premiados;
140 empresas com medalhas de ouro, prata e bronze, e
3 troféus exclusivos – o Grand Prix – para os maiores destaques.

Essa é uma noite para celebrarmos juntos.

Fico feliz de ver essa evolução, que posso chamar quase de um “movimento”.

Digo “movimento” porque o design carrega nele certa crença, um ethos de quem se forma nessa profissão.
Sabemos que todos nós, quando entramos na faculdade, entramos apaixonados por esse ofício.
Entendemos que essa profissão tem uma potência enorme.
Uma profissão carregada de propósito.
Propósito de solucionar problemas,
de fazer os objetos mais bonitos,
de comunicar pela imagem de forma impactante.
Uma profissão que treina o processo e catapulta a criatividade.
Que precisa conjugar a forma, função e podemos falar, também, de solução.
Ele se mistura com tecnologia, antropologia, ciência e arte.
Design cresce como profissão. A cada dia vemos mais empresas e profissionais de design.
Design cresce como valor. Cada dia mais se dá valor à estética.
Design cresce como serviço, o que está revolucionando o mundo dos negócios.
Design cresce criando uma identidade cultural de um país.

Tenho certeza que essa premiação reforçou todos esses papéis.
E reforçou o que nós unimos hoje aqui nesta celebração:
o nosso propósito de que o design está criando mais valor para o Brasil.

Por Ana Couto.