14 de maio de 2018

Ser, falar, fazer.
E ir além: conectar.

A Ana Couto não separa marca, negócio e comunicação, porque é dessa união que nascem estruturas transformadoras, com propósito e que geram resultado.

Conectamos tudo.
Conectodos.

Confira abaixo a nossa programação no Festival Path 2018

19/05, sábado

Pedro Pirim | Laje
Seu vendido! O que “storytelling” e “story doing” têm a ver com se vender melhor?
9:30 – 10:30
Baseado em jornadas que aproveitam o melhor de cada momento das nossas vidas pessoais e profissionais, a palestra aborda “story telling” e “story doing” como ferramentas para se vender bem. Junto a conceitos como oratória, inteligência social e autopromoção, vamos compartilhar algumas das melhores práticas para contar uma boa história e fazer história. Todo mundo tem uma história que merece ser contada.Isso inclui você.

Marcio Beauclair e Renato Baldin
O mundo precisa de mais empatia!
13:15 – 14:15
Vivemos uma época de diálogos impossíveis e nunca se precisou tanto de empatia no mundo. Convidamos os criadores do Museu da Empatia, que trouxe uma experiência transformadora na Bienal de São Paulo, em 2017, para dividir um pouco dos aprendizados.

Astrid Tremper e Bruna Alves
Oficina | Design a serviço do seu negócio
14:30 – 16:30 | EBAC
É possível construir experiências que agreguem valor para as pessoas e para o negócio? Esse é o tema de uma oficina dinâmica, apoiada por ferramentas, para resolver desafios de marca no dia a dia das empresas.

Ana Couto
Pi: sua marca está pronta para a 3ª onda do branding?
18:15 – 19:15
Marcas com um propósito verdadeiro são aquelas na 3ª onda do branding. Seu propósito orienta a criação de um ecossistema de negócio com valor, transformando positivamente o mundo. Mas como medir se marcas atingiram a 3ª onda, alinhando propósito, engajamento e ecossistema? Pi é sobre isso: um index para classificar marcas brasileiras de acordo com a força de seu propósito de marca e como isso reverbera para o negócio e para a comunicação. Um novo olhar sobre o propósito, com inspiração, inovação e interação para potencializar o engajamento das pessoas com as marcas.

20/05, domingo

Fernanda Galluzzi e Leandro Maraccini Claro
Branding e Performance
10:45 – 11:45
Como construir uma estratégia de marca alinhada aos objetivos da empresa para alcançar os resultados esperados? Se é verdade que o branding potencializa a performance e a performance fortalece o branding, de que maneira isso acontece na prática? Um mundo veloz pede a revisão dos métodos de trabalho, onde as ideias são testadas à medida em que são implementadas e onde cliente e agência vão além do briefing para construir uma comunicação sólida, dentro da estratégia de marca e com foco em atingir os resultados.

Diogo Castro e Juliana Paolucci | Laje
Cultura de inovação e conspiração contra a mudança
13:15 – 14:15
Transformar a cultura de uma organização é sempre um trabalho árduo. Tanto que se vê, frequentemente, o movimento de disseminação da tão almejada cultura de inovação se converter, logo em seguida, em uma conspiração contra a mudança – na resistência ao rompimento com hábitos e processos há muito tempo enraizados. Raízes ou ervas daninhas?

Hugo Rafael e Leo Senra
Design como driver da geração de negócios em ecossistemas de valor
17:00 – 18:00
É cada vez mais necessário criar ecossistemas de valor que unem empresas e pessoas, serviços e produtos, em torno de um propósito. Mas como isso acontece de fato? Que instrumentos são usados para preparar essa transformação e analisar seus resultados? Esta palestra é sobre isso: o design como o catalisador da geração de valor para o negócio em ecossistemas e como você e a sua empresa podem se beneficiar disso.

Danilo Cid e Fabio Mariano Borges
De Blade Runner a Westworld: o humanismo da inteligência artificial
18:15 – 19:15
De Blade Runner a Westworld diversas versões de futuro têm sido projetadas. Em todas, um embate entre humanidade e artificialidade. Robôs humanizados, humanos robotizados. Quais as consequências? A forma que nos relacionamos, sentimos, trabalhamos e criamos nos próximos anos será moldada pela simbiose entre homem e máquina. Numa mistura de sociologia, design e cultura pop, uma reflexão provocativa do que você precisa saber para viver melhor neste futuro que já começou. O que está por vir? Modo humano: ativar.

O Festival Path acontece nos dias 19 e 20 de maio, em São Paulo. Confira a programação completa e garanta o seu ingresso.